Geografia
O município de Camaçari possui uma área de 759.8 km² - o maior território da região Metropolitana de Salvador, com uma divisão administrativa envolvendo os distritos de Camaçari (sede), Vila de Abrantes e Monte Gordo. Limita-se ao norte com os municípios de Mata de São João e Dias D’ Ávila: ao sul com Lauro de Freitas: a oeste com Simões filho e a leste com o oceano atlântico.

O município faz parte da RMS (Região Metropolitana de Salvador) que abrange Salvador, Lauro de Freitas, Candeias, Simões Filho, São Francisco do Conde, Vera Cruz, Dias D’ Ávila, Itaparica e Madre Deus.

Sendo seu clima quente e úmido, com temperatura mínimas superiores a 18ºC, Camaçari tem o relevo formado por planícies marinhas e fluviomarinhos, tabuleiros pré-litorâneos e do recôncavo. Fica localizada entre as latitudes 12º27’05”e 12º52’30” e longitudes 38º28’52”, com altitude de 50m acima do nível do mar.

O município tem uma multiplicidade de recursos naturais composta de: Bacias Hidrográficas (rios Joanes, Jacuípe e Pojuca), de água subterrânea (aqüífero São Sebastião), Lagoas, Dunas, Manguezais, Restinga, Mata Ciliar e Mata Atlântica, além de ser banhado pelo Oceano Atlântico.

O município de Camaçari é estratégico do ponto de vista regional por abrigar em seu território uma grande diversidade, tanto de uso e ocupação do solo, quanto de recursos naturais. No tocante ao uso e ocupação do solo, o Município possui diversas atividades industriais, comerciais e de serviços, além de outras, nas áreas agrícola e pecuária, extração vegetal e mineral. É considerado, também, forte vetor de expansão imobiliária residencial e hoteleira na orla. O território é privilegiado em termos de recursos naturais por suas bacias hidrográficas, restingas, manguezais, dunas, mata ciliar e Mata Atlântica, além de 42 km banhados pelo Oceano Atlântico.

O rio Camaçari, afluente da margem esquerda da bacia do rio Joanes, tem 12 km de extensão, sendo que mais da metade do seu percurso se dá dentro da malha urbana da sede municipal. Nasce no anel florestal do Pólo petroquímico e deságua no Rio Joanes. O rio Camaçari que atualmente se encontra em com altas taxas de poluição será alvo de uma importante revitalização. Orçada em cerca de R$ 240 milhões, a obra inclui a revitalização de toda extensão do Rio Camaçari, assim como os afluentes e a recuperação da vegetação nativa. Ao longo das margens destes rios devem ser implantadas áreas de lazer com bancos, parque infantil e equipamentos de ginástica. Serviços de paisagismo e iluminação também estão no projeto.

O rio Capivara Grande, com 43 km de extensão, nasce nas intermediações da estrada da Biribeira, no limite do complexo petroquímico, e deságua no rio Jacuípe. Ele percorre a zona rural próxima a Sede e parte do distrito de Abrantes, seguindo paralelo ao cordão de dunas entre Arembepe e Barra de Jacuípe.

O zoneamento ecológico e econômico é integrado por três áreas de Proteção Ambiental – APA’s: APA Joanes-Ipitanga; APA do Rio Capivara; APA Lagoas de Guarajuba.

A APA Joanes-Ipitanga é integrada por oito municípios: Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passe, Dias D’Ávila, Simões Filho e Vera Cruz, abrangendo uma área total de 64.463 ha. Sua criação data de 1999, pelo decreto estadual nº 7.596 e é de fundamental importância para proteção dos mananciais dos rios Joanes e Ipitanga, que servem para o abastecimento de água da Região Metropolitana de Salvador. A APA do Rio de Capivara é limitada ao norte elo rio Jacuípe, a leste pelo Oceano Atlântico, a oeste pela Ba-099 e ao sul pela indústria Lyondel. Sua área total é de aproximadamente 1800 ha. Sua criação data de 1993, pelo decreto estadual nº 2.219. A APA Lagoas de Guarajuba compreende todo o terreno situado entre a BA-099 e a Plataforma Continental interna, tendo como limite, a noroeste, o rio Pojuca, e a sudoeste, o rio Jacuípe. Sua área de 2300 ha, foi instituída em 1991, pelo decreto estadual nº387. Suas áreas úmidas são as mais importantes do Litoral Norte do Estado, pois servem de abrigo e reprodução para aves migratórias, dentre outras espécies. Também suavizam os danos da poluição do ar e da água e ainda funcionam como tampões hidrológicos para reservatórios subterrâneos.

Rua Francisco Drumond, S/N, Centro Administrativo. CEP. 42.800-000 / Camaçari - Bahia - Brasil Tel. +55 71 3621 6666
© 2011 Prefeitura Municipal de Camaçari - Desenvolvimento - Secad/CCTGI/GEPRO